27 de novembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
7/11/22 às 10h54 - Atualizado em 7/11/22 às 11h01

Quadras de esportes são reformadas no Lago Norte e na Granja do Torto

COMPARTILHAR

Em ano de Copa do Mundo, nada melhor do que uma arena nova para jogar uma bolinha. A quadra poliesportiva da Granja do Torto foi toda reformada com o piso nas cores do Brasil – azul, amarelo e verde. Alambrados foram consertados, além das tabelas para a prática do basquete e as traves. Um pedido feito desde 2014 por moradores do bairro, próximo ao Lago Norte.


Executada pela Novacap, com o apoio de oito reeducandos da Funap, a reforma da quadra da Granja do Torto contemplou o piso, as traves, as tabelas e o alambrado | Fotos: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília


A reforma está sendo executada pela Novacap, com o apoio de oito reeducandos da Fundação Nacional de Amparo ao Preso (Funap). O material também é de responsabilidade da companhia.


O líder comunitário Marcelo Oliveira diz que a quadra da Granja é usada pela comunidade de manhã, à tarde e à noite


Segundo o líder comunitário da Granja, Marcelo Oliveira, 51 anos, a quadra é usada diuturnamente. “Temos meninos e adultos jogando futsal aqui de manhã, de tarde e à noite quando está tudo iluminado. Esse campo foi feito na década de 90 e é o ponto de lazer da nossa juventude aqui”, conta.

Segundo Oliveira, ele já fez por conta própria consertos no alambrado que estava danificado. “Com o passar do tempo, foi ficando tudo muito ruim. Buracos na grade, caiu o portãozinho. Essa reforma é muito bem-vinda”, ressalta.


Administrador do Lago Norte, Anderson Tolêdo, na quadra da QI 5: ponto de lazer está na lista para reforma


Outra quadra que está na lista para reformas é a da QI 5 do Lago Norte, próximo à 9ª Delegacia de Polícia (DP). De acordo com o administrador Anderson Tolêdo, já há tratativas também com a Novacap para dar uma ‘cara nova’ ao espaço de lazer.

A quadra da QI 5, por sua vez, é o palco do vôlei e, inclusive, campeonatos são realizados esporadicamente por lá. A noite das terças-feiras é obrigatória, mas pelo menos três vezes por semana há partidas por lá. Segundo o morador e jogador Thiago Ramirez, 40, chegam a se reunir até 40 pessoas para os jogos.

“Há uma carência por espaços como esse no Lago; temos apenas uma quadra para todo o bairro. Então, é superimportante essa melhoria para que possamos jogar com mais conforto e animação”, diz o empresário. Em tempos de chuva, Thiago conta que a turma do vôlei joga na quadra cedida por uma escola particular.

“Na realidade, a gente precisa constantemente recuperar os espaços públicos que envelhecem com o tempo. E esses dois campos aí já estão garantidos”, destaca o administrador. “E vale lembrar que a prática do esporte melhora a qualidade de vida, evita problemas de saúde e é algo que a gente quer incentivar aqui na região”, finaliza Anderson.

Rafael Secunho, da Agência Brasília | Edição: Claudio Fernandes

 

Mapa do site Dúvidas frequentes